Mato Grosso do Sul, Três Lagoas, Informações | Fale Conosco |

FOLHA ESPORTIVA
   
Atletismo
Basquete
Concursos
EstadualMS
Fotos Vitor Rafael
Futebol
FutSal
Geral
Lutas
Misto
Natação
PLA! e Bola!
Reflexão
Velocidade
Volei
Xadrez

 

Fundesporte e os critérios

Parece que a coisa pode ser boa, mas para isso vai ter qu. . .

 

Clubes de Futebol Amador e a FFMS

Recentemente apareceu em Três Lagoas o eterno pres. . .

 

Artistas da cidade... formados na prática

No último mês, finalmente apareceu essa tu. . .

 

Dayane Muniz corre por fora, mas está mais dentro que nunca!


A Assistente de futeb. . .

 

Querendo trabalhar pode vir para Três Lagoas


Assim está a cidade que é a verdadeira "Dubai" do Brasil, conf. . .
 
: : Volei
em 16/05/2016
Maurício Lima bicampeão olímpico lança projeto VivaVôlei junto com SEJUVEL
 
 

O projeto atenderá cerca de 100 crianças e é aberto a toda comunidade.
Com a presença do ex-jogador da Seleção Brasileia de Vôlei e Campeão Olímpico, Maurício Lima, a Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (SEJUVEL), lançou no sábado (14/05/2016), na quadra dois do Ginásio Poliesportivo Professor Eduardo Milanez, na Lagoa Maior, o projeto VivaVôlei.

Em Três Lagoas, que foi escolhida pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) para ser uma das cidades que abriga o programa, cerca de cem alunos de baixa renda, de 8 a 14 anos serão atendidos. O objetivo do programa, criado pela CBV em 1999, é estimular a prática do mini-vôlei, uma adaptação da modalidade.

Para Walter Silva Dias, secretário de Esportes, esse projeto tem grande significado social. “Serão 96 crianças atendidas, todas de baixa renda com aulas duas vezes na semana aqui mesmo no poliesportivo. Mas o projeto vai além, como todo material, que é dado pela CBV, é itinerante, podemos realizar atividades nas escolas do munícipio e também nos mais bairros mais afastados que não tenham facilidade de acesso ao poliesportivo. Acreditamos que daqui sairão grandes talentos”, comentou.

Três Lagoas foi convidada a participar do projeto que já é realizado em 17 estados do país. “A Sejuvel foi procurada pela Federação e prontamente aceitamos fazer parte do VivaVôlei. O programa vai atender crianças da Rede Municipal de Ensino (REME), promovendo a prática da modalidade e incentivando a participação das nossas crianças”, disse o secretário.

“Esporte é um estímulo para a criança e adolescente alcançar novas perspectivas e valores na vida. Além disso, essa ação ser coroada pelo sempre campeão Maurício, não tem preço. Estou feliz, pois é uma honra a Nossa Três Lagoas ser escolhida para acolher esse projeto de grande valia”, ressaltou a prefeita de Três Lagoas, Marcia Moura.

Já o Bicampeão Olímpico, Maurício Lima, destacou que o esporte é a mais eficiente ferramenta para trazer transformação. “A principal dica que eu dou não é somente como se sair bem na prática de um ou outro esporte, mas de como seguir na vida: é sair da zona de conforto e se sentir bem fazendo o que gosta, pois assim abrem-se novas perspectivas”, finalizou.

CAPACITAÇÃO

Para receber o programa, professores da Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer (Sejuvel), de escolas municipais, estaduais, do projeto AABB Comunidade e do Centro de Referência Esportiva (CRE) participaram no último sábado (07/05/2016), de uma capacitação no poliesportivo das Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS).

A capacitação foi ministrada pelo Presidente da Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul e Membro da Comissão que coordena os competidores nacionais das seleções de base, José Eduardo Amâncio da Mota, o professor Madrugadão.

A capacitação iniciou na sexta-feira (06/05/2016), com aula teórica e prática para 18 professores que além de se inteirarem sobre os objetivos do programa, também puderam entender sobre o funcionamento das mini quadras que fazem parte da ação. Ao todo, três mini quadras foram enviadas para a Sejuvel pela Federação de Vôlei do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da CBV.

VIVA VÔLEI

Criado em 1999 pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), o projeto tem como principais objetivos atender às comunidades de baixa renda em todo o Brasil; educar e socializar as crianças através do esporte; reduzir a evasão escolar; promover a integração e inserção social; afastar as crianças da criminalidade e das drogas; ensinar os valores éticos e morais da cidadania através do esporte; difundir e democratizar a modalidade voleibol em todo o Brasil; estimular o aprendizado do voleibol nas escolas, clubes, praças e condomínios.

Em 2003, a CBV criou o Instituto Viva Vôlei para gerenciar o programa. O Instituto administra uma rede de Centros para a prática do mini-vôlei e além de se responsável pela entrega e reposição periódica do kit Viva Vôlei, também fornece material técnico, supervisão dos Centros, treinamento e acompanhamento pedagógico dos professores.

Mais de 70 Centros em atividade integram o programa, que atende cerca de vinte e cinco mil crianças e adolescentes de comunidades, gerando cerca de trezentos e cinquenta empregos diretos e indiretos.

MAURÍCIO

Bicampeão Olímpico, Maurício Lima atuou na Seleção Brasileira de Vôlei por 18 anos e foi recordista em jogos, com 575 partidas disputadas. Ainda com a Seleção, disputou cinco Olimpíadas e venceu e Barcelona 1992 e Atenas 2004. Já foi quatro vezes Campeão da Liga Mundial em 1993, 2001, 2003 e 2004; Campeão do Mundial de Vôlei em 2002.

Por sua atuação no esporte já ganhou prêmio de Melhor Jogador do Mundo, em 1995; Melhor Levantador do Mundo, em 1992 e 1993 e entrou para o hall da fama do voleibol em 2012.



Por:
PedrinhoFE

| Compartilhe

 

 

Gostou ? Então comente. Seu comentário será moderado.
 
E-mail:
Nome:
Comentário:
 

 

 

 
     
www.folhaesportiva.com.br
Todos os direitos reservados